O poder de andar para trás Por que eu ando para trás E por que você também deveria... Se tem uma coisa que eu gostaria que você tentasse, é começar a andar para trás. Nós chamamos isso de caminhada retrógrada. É bom para o seu cérebro, seu equilíbrio, seu coração, seus músculos, suas articulações, seus joelhos, seus tornozelos. É bem simples: pise com a ponta do pé, depois com o calcanhar, em vez do contrário. Ao fazer isso, estamos isolando diferentes músculos. Se você tem problemas de joelho, problemas de quadríceps, problemas nos glúteos, problemas na lombar, esta é uma coisa que você vai querer fazer porque vai colher bons resultados. Você vai engajar os músculos, aumentar a flexibilidade e ajudar a aumentar a vitalidade das suas articulações, para que você possa permanecer saudável. E não há nada melhor quando se trata de melhorar seu sistema cardiovascular, seu coração, seus pulmões, seu sangue, diminuir a pressão arterial, aumentar a sua taxa metabólica. Isso pode trazer maravilhas para o seu corpo. Vai ajudar a queimar o excesso de glicose. Maior queima de calorias Você pode queimar até 30% mais calorias apenas andando para trás, já que estamos isolando diferentes músculos, isso se deve a que seu corpo estará trabalhando mais devido não estarmos acostumados com essa posição. E andar para trás vai te ajudar a pensar mais claramente, te ajudar a se concentrar melhor. Isso afeta diferentes neurônios em todo o seu cérebro. E o que dizer das suas articulações? Os receptores mecânicos, as articulações e o cérebro estão trabalhando juntos o tempo todo trazendo várias vantagens. Quando usamos diferentes articulações, diferentes movimentos finais, nosso cérebro então estará aprendendo coisas novas. Estará passando por diferentes mudanças e crescendo à medida que os neurônios estão funcionando melhor, ajudando você a ter um melhor equilíbrio. A maioria das pessoas, à medida que envelhecem, caem devido ao desequilíbrio ou à tontura. Andar para trás vai ajudar a prevenir isso, vai te dar um melhor equilíbrio e ajudar a sustentar seu corpo para que você possa permanecer saudável. Benefícios extras Adotar essa pequena prática pode te ajudar a crescer espiritualmente, mentalmente e fisicamente, porque ao assumir algo novo em sua vida ou tentar algo que você ainda não explorou, te estimula a enfrentar desafios maiores. Imagine aquela sensação agradável e suave que nos envolve em um estado de humor alegre e elevado. É uma sensação impulsionada pelos nossos neurotransmissores, especificamente a serotonina e a dopamina. Esses químicos cerebrais têm o poder de acender e iluminar nosso bem-estar interior, e eles são estimulados simplesmente pelo ato de caminhar para trás. Este movimento reverso não apenas proporciona benefícios físicos, mas também pode melhorar nosso estado emocional e nos ajudar a encarar cada novo dia com mais positividade. No mundo todo, milhões e milhões de pessoas sofrem com problemas ortopédicos. Isso inclui problemas no quadril, no joelho - como a condição conhecida como "joelho do corredor" - tendinite, problemas no músculo tibial anterior e fascite plantar, um problema doloroso que afeta a parte inferior dos pés. Caminhar para trás pode ser uma maneira eficaz de lidar com essas condições. Ao fazê-lo, estamos direcionando nossos esforços para isolar e fortalecer os músculos do quadríceps e do tibial anterior, ao mesmo tempo em que alongamos a região da fáscia plantar. Este exercício permite que você alivie as tensões acumuladas e reverta os efeitos negativos dos movimentos prejudiciais que você pode ter feito no passado. Ao adotar a caminhada retrógrada, suas articulações irão experimentar alívio e, com o tempo, começarão a agradecer-lhe. Quando falamos de glúteos, muitos de nós queremos tonificá-los. Para isso, você pode começar colocando as mãos neles agora e caminhando para trás. À medida que você movimenta sua coxa para trás, seus glúteos são ativados - eles são isolados e contraem-se. Se você continuar caminhando para trás, com o tempo e após centenas, até milhares de passos nesta direção oposta, seus glúteos começarão a ganhar uma forma mais definida. Eles ficarão mais tonificados e, como resultado, você notará que suas calças parecerão muito melhores em você. Lembre-se, não se trata de quão rápido ou devagar você caminha para trás. O objetivo é isolar esses músculos, manter uma postura ereta e se manter relaxado durante o processo. Os benefícios de caminhar para trás vão além dos músculos e articulações. Este simples exercício também pode ser benéfico para o seu coração, pulmões, cérebro, equilíbrio, serenidade e até mesmo a propriocepção - a percepção de movimento e orientação do seu corpo. Há uma infinidade de benefícios que agem a seu favor ao adotar este exercício. Portanto, continue caminhando para trás. Eu te desafio a tentar e tenho certeza de que seu corpo irá agradecer.

Por que eu ando para trás… E por que você também deveria?

Saúde

O poder de andar para trás

Por que eu ando para trás e por que você também deveria… Se tem uma coisa que eu gostaria que você tentasse, é começar a andar para trás. Nós chamamos isso de caminhada retrógrada. É bom para o seu cérebro, seu equilíbrio, seu coração, seus músculos, suas articulações, seus joelhos, seus tornozelos.

Andar como caranguejo é bem simples: pise com a ponta do pé, depois com o calcanhar, em vez do contrário. Ao fazer isso, estamos isolando diferentes músculos. Se você tem problemas de joelho, problemas de quadríceps, problemas nos glúteos, problemas na lombar, esta é uma coisa que você vai querer fazer porque vai colher bons resultados. Você vai engajar os músculos, aumentar a flexibilidade e ajudar a aumentar a vitalidade das suas articulações, para que você possa permanecer saudável. E não há nada melhor quando se trata de melhorar seu sistema cardiovascular, seu coração, seus pulmões, seu sangue, diminuir a pressão arterial, aumentar a sua taxa metabólica. Isso pode trazer maravilhas para o seu corpo. Vai ajudar a queimar o excesso de glicose. 

 

 

Maior queima de calorias ao andar para trás

Você pode queimar até 30% mais calorias apenas andando para trás, já que estamos isolando diferentes músculos, isso se deve a que seu corpo estará trabalhando mais devido não estarmos acostumados com essa posição. E andar para trás vai te ajudar a pensar mais claramente, te ajudar a se concentrar melhor. Isso afeta diferentes neurônios em todo o seu cérebro.

E o que dizer das suas articulações? Os receptores mecânicos, as articulações e o cérebro estão trabalhando juntos o tempo todo trazendo várias vantagens. Quando usamos diferentes articulações, diferentes movimentos finais, nosso cérebro então estará aprendendo coisas novas. Estará passando por diferentes mudanças e crescendo à medida que os neurônios estão funcionando melhor, ajudando você a ter um melhor equilíbrio. A maioria das pessoas, à medida que envelhecem, caem devido ao desequilíbrio ou à tontura. Andar para trás vai ajudar a prevenir isso, vai te dar um melhor equilíbrio e ajudar a sustentar seu corpo para que você possa permanecer saudável.

 

Benefícios extras de andar como caranguejo

Adotar essa pequena prática pode te ajudar a crescer espiritualmente, mentalmente e fisicamente, porque ao assumir algo novo em sua vida ou tentar algo que você ainda não explorou, te estimula a enfrentar desafios maiores.

Imagine aquela sensação agradável e suave que nos envolve em um estado de humor alegre e elevado. É uma sensação impulsionada pelos nossos neurotransmissores, especificamente a serotonina e a dopamina. Esses químicos cerebrais têm o poder de acender e iluminar nosso bem-estar interior, e eles são estimulados simplesmente pelo ato de caminhar para trás. Este movimento reverso não apenas proporciona benefícios físicos, mas também pode melhorar nosso estado emocional e nos ajudar a encarar cada novo dia com mais positividade.

No mundo todo, milhões e milhões de pessoas sofrem com problemas ortopédicos. Isso inclui problemas no quadril, no joelho – como a condição conhecida como “joelho do corredor” – tendinite, problemas no músculo tibial anterior, um problema doloroso que afeta a parte inferior dos pés. Caminhar para trás pode ser uma maneira eficaz de lidar com essas condições. Ao fazê-lo, estamos direcionando nossos esforços para isolar e fortalecer os músculos do quadríceps e do tibial anterior, ao mesmo tempo em que alongamos a região da fáscia plantar. Este exercício permite que você alivie as tensões acumuladas e reverta os efeitos negativos dos movimentos prejudiciais que você pode ter feito no passado. Ao adotar a caminhada retrógrada, suas articulações irão experimentar alívio e, com o tempo, começarão a agradecer-lhe.

 

É bom para os Glúteos

Quando falamos de glúteos, muitos de nós queremos tonificá-los. Para isso, você pode começar colocando as mãos neles agora e caminhando para trás. À medida que você movimenta sua coxa para trás, seus glúteos são ativados – eles são isolados e contraem-se. Se você continuar caminhando para trás, com o tempo e após centenas, até milhares de passos nesta direção oposta, seus glúteos começarão a ganhar uma forma mais definida. Eles ficarão mais tonificados e, como resultado, você notará que suas calças parecerão muito melhores em você. Lembre-se, não se trata de quão rápido ou devagar você caminha para trás. O objetivo é isolar esses músculos, manter uma postura ereta e se manter relaxado durante o processo.

 

Os benefícios de caminhar para trás vão além dos músculos e articulações. Este simples exercício também pode ser benéfico para o seu coração, pulmões, cérebro, equilíbrio, serenidade e até mesmo a propriocepção – a percepção de movimento e orientação do seu corpo. Há uma infinidade de benefícios que agem a seu favor ao adotar este exercício. Portanto, continue caminhando para trás. Eu te desafio a tentar e tenho certeza de que seu corpo irá agradecer.

 

Leia: Como sobreviver a um ataque cardíaco sozinho? 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *