Como sobreviver a um ataque cardíaco sozinho? Casos cardiovasculares estão no topo da lista mundialmente, e a maior parte deles é resultado de uma má alimentação, obesidade e outras condições como diabetes ou mesmo genética. E o que eu gostaria de ensinar neste artigo é dar uma melhor compreensão do que fazer se um ataque cardíaco acontecer e você estiver sozinho. Ou seja: Como sobreviver? Quando há um acúmulo de colesterol, gordura e outras substâncias que chamamos de placas nas artérias coronárias do coração, isso restringe o fluxo sanguíneo e o oxigênio não consegue chegar às células do coração. O coração começa a morrer lentamente e a coisa mais importante que você precisa entender é como reconhecer esses sintomas caso isso aconteça, para assim poder salvar a sua própria vida. SINTOMAS Os sintomas mais comuns de um ataque cardíaco são desconforto no peito, sensação de excesso de peso, pressão. Você pode até ter alguma dor, queimação ou até mesmo dormência ou sensação de plenitude. Você pode ter a sensação de que algo está apertando, como se um elefante estivesse sentado em seu peito. A dor também pode ir para os braços, as costas, o pescoço e o maxilar. Você pode ter dificuldade para respirar ou sentir que está sem fôlego. Pode sentir suores frios surgindo do nada. Você também pode sentir uma sensação de plenitude ou mesmo indigestão, tonturas e até mesmo a sensação de que vai desmaiar. É comum também náuseas ou vômitos repentinos, bem como muito cansaço e fadiga do nada. Você também pode ter palpitações no peito, arritmias, onde você tem batimentos cardíacos irregulares. Se você tem algum tipo de histórico cardiovascular, diabetes, obesidade, pressão alta, isso pode predispor você ou qualquer pessoa a ter um ataque cardíaco. E a coisa mais importante a fazer quando você suspeita de um ataque cardíaco é chamar o Serviço de Emergência. Sempre ligue para o 192 antes de tentar entrar em contato com qualquer outra pessoa. E o mais importante, quando você falar com o atendente, ele ou ela irá aconselhá-lo sobre a melhor coisa a fazer para que você possa sobreviver a este ataque cardíaco. Eles podem dizer para você avisar o vizinho, mas é importante não apavorar e desligar o telefone. Você deve sempre manter uma comunicação direta com o 192 a todo momento. Lidando com o problema: Nesses casos, o atendente pode recomendar que você mastigue e engula um único comprimido de 325 miligramas ou dois comprimidos de aspirina de 81 miligramas, pois mastigar aspirina é especialmente eficaz se feito dentro de 30 minutos dos primeiros sintomas. O propósito de mastigar aspirina é permitir que ela entre na corrente sanguínea para prevenir a agregação plaquetária, a obstrução, a coagulação que está ocorrendo na artéria e bloqueando o suprimento de sangue. E não é recomendado que você dirija sozinho até um hospital, porque se você desmaiar ou sofrer uma parada cardíaca, suas chances de sobrevivência serão significativamente menores. Quando esses sintomas ocorrem, isso nos deixa mais temerosos, envolve muito mais estresse, ficamos mais ansiosos. Em vez disso, precisamos tentar relaxar, respirar profundamente. Se você estiver deitado de costas, coloque um travesseiro sob os joelhos ou, se estiver de costas, mantenha os joelhos a 90 graus e coloque os pés em uma cadeira ou sofá. Ao fazer isso, ao estar nessa posição, isso permitirá que seu diafragma funcione mais facilmente para que você possa obter mais oxigênio em seu corpo. IMPORTANTE: se você estiver sentindo esses sintomas e achar que talvez esteja no meio de um ataque cardíaco, por favor, não beba ou coma, porque isso pode complicar muito mais o atendimento de emergência quando eles chegarem. Lembre-se, mantenha a calma, respire profundamente e espere pelo atendimento de emergência para que eles possam cuidar de você para que possa sobreviver a essa condição. Desejo a você boa saúde. Por favor, compartilhe isso com seus amigos e familiares.

Como sobreviver a um ataque cardíaco sozinho? 

Saúde

Um risco que muitos não dão a devida atenção

Como sobreviver a um ataque cardíaco sozinho? Casos cardiovasculares estão no topo da lista mundialmente, e a maior parte deles é resultado de uma má alimentação, obesidade e outras condições como diabetes ou mesmo genética. E o que eu gostaria de ensinar neste artigo é dar uma melhor compreensão do que fazer se um ataque cardíaco acontecer e você estiver sozinho. Ou seja: Como sobreviver?

 

 

Quando há um acúmulo de colesterol, gordura e outras substâncias que chamamos de placas nas artérias coronárias do coração, isso restringe o fluxo sanguíneo e o oxigênio não consegue chegar às células do coração. O coração começa a morrer lentamente e a coisa mais importante que você precisa entender é como reconhecer esses sintomas caso isso aconteça, para assim poder salvar a sua própria vida.

<- CLIQUE AQUI E Descubra agora se você está com um possível ataque cardíaco respondendo 5 perguntas -> 

 

SINTOMAS

Os sintomas mais comuns de um ataque cardíaco são desconforto no peito, sensação de excesso de peso, pressão. Você pode até ter alguma dor, queimação ou até mesmo dormência ou sensação de plenitude. Você pode ter a sensação de que algo está apertando, como se um elefante estivesse sentado em seu peito. 

 

A dor também pode ir para os braços, as costas, o pescoço e o maxilar. Você pode ter dificuldade para respirar ou sentir que está sem fôlego. Pode sentir suores frios surgindo do nada. Você também pode sentir uma sensação de plenitude ou mesmo indigestão, tonturas e até mesmo a sensação de que vai desmaiar. É comum também náuseas ou vômitos repentinos, bem como muito cansaço e fadiga do nada. Você também pode ter palpitações no peito, arritmias, onde você tem batimentos cardíacos irregulares. Se você tem algum tipo de histórico cardiovascular, diabetes, obesidade, pressão alta, isso pode predispor você ou qualquer pessoa a ter um ataque cardíaco. E a coisa mais importante a fazer quando você suspeita de um ataque cardíaco é chamar o Serviço de Emergência. Sempre ligue para o 192 antes de tentar entrar em contato com qualquer outra pessoa. 

 

E o mais importante, quando você falar com o atendente, ele ou ela irá aconselhá-lo sobre a melhor coisa a fazer para que você possa sobreviver a este ataque cardíaco. Eles podem dizer para você avisar o vizinho, mas é importante não apavorar e desligar o telefone. Você deve sempre manter uma comunicação direta com o 192 a todo momento. 

 

Lidando com o problema:

Nesses casos, o atendente pode recomendar que você mastigue e engula um único comprimido de 325 miligramas ou dois comprimidos de aspirina de 81 miligramas, pois mastigar aspirina é especialmente eficaz se feito dentro de 30 minutos dos primeiros sintomas.

 

O propósito de mastigar aspirina é permitir que ela entre na corrente sanguínea para prevenir a agregação plaquetária, a obstrução, a coagulação que está ocorrendo na artéria e bloqueando o suprimento de sangue. E não é recomendado que você dirija sozinho até um hospital, porque se você desmaiar ou sofrer uma parada cardíaca, suas chances de sobrevivência serão significativamente menores. Quando esses sintomas ocorrem, isso nos deixa mais temerosos, envolve muito mais estresse, ficamos mais ansiosos. Em vez disso, precisamos tentar relaxar, respirar profundamente. Se você estiver deitado de costas, coloque um travesseiro sob os joelhos ou, se estiver de costas, mantenha os joelhos a 90 graus e coloque os pés em uma cadeira ou sofá. Ao fazer isso, ao estar nessa posição, isso permitirá que seu diafragma funcione mais facilmente para que você possa obter mais oxigênio em seu corpo.

 

<- CLIQUE AQUI E Descubra agora se você está com um possível ataque cardíaco respondendo 5 perguntas -> 

 

IMPORTANTE: se você estiver sentindo esses sintomas e achar que talvez esteja no meio de um ataque cardíaco, por favor, não beba ou coma, porque isso pode complicar muito mais o atendimento de emergência quando eles chegarem. Lembre-se, mantenha a calma, respire profundamente e espere pelo atendimento de emergência para que eles possam cuidar de você para que possa sobreviver a essa condição. Desejo a você boa saúde. Por favor, compartilhe isso com seus amigos e familiares.

 

Leia: Emagrecer comendo McDonald’s? Esse homem provou que é possível

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *